Reunião na FBF sela retorno do Barreiras Esporte Clube

Por Comunicação FBF, 02 de Jun 2016 - 15h09

Após 12 anos de inatividade, o Barreiras Esporte Clube deu o pontapé inicial ao processo que culminará no seu retorno ao futebol profissional. O clube, que não disputa uma competição desde 2004 ficou cada vez mais próximo de voltar aos gramados da Bahia.
 
Nesta quinta-feira (2), uma reunião na Federação Bahiana de Futebol selou o início dos trâmites para que a região do Extremo Oeste do estado volte a contar com um representante no futebol profissional. Participaram do encontro com o presidente da entidade, Ednaldo Rodrigues, o vice, Ricardo Lima, os deputados estaduais Antônio Henrique Jr (PP), novo presidente do Barreiras, e Raimundo Nonato, o Bobô (PC do B), presidente da Comissão de Desporto, Paradesporto e Lazer da Assembleia Legislativa da Bahia, e o assessor de gabinete, Paulo Roberto Pinto.

Na oportunidade, já foi dada entrada no pedido de reativação do clube junto à Confederação Brasileira de Futebol (CBF). No local, também foi programada para o mês de julho a realização de uma vistoria técnica do Cel PM Jorge Inácio Diniz, coordenador de vistorias da FBF, no Estádio Geraldo Pereira, o Geraldão, casa da agremiação.
 
O objetivo do Barreiras é concluir o processo de reativação nos próximos meses para, se possível, disputar alguma competição ainda neste ano e, já em 2017 participar da Série B do Baianão e tentar um retorno à elite do futebol da Bahia.

Barreiras EC -O Barreiras Esporte Clube foi fundado em 14 de fevereiro de 1995. Mas, o clube só se profissionalizou no ano 2000, quando surpreendeu a Bahia com sua rápida ascensão.
 
No mesmo ano, conquistou dois títulos, do Torneio Seletivo e da Série B, então 2ª Divisão do Baianão. Este último lhe garantiu a vaga para estrear na 1ª Divisão com apenas um ano de profissionalizado.
 
A estreia na Série A do Baianão, em 2001, também rendeu celebração. O sexto lugar na classificação geral, para um time "novato" foi motivo para comemoração.
 
Porém, no ano seguinte, o Barreiras não conseguiu manter a boa fase, terminou o Campeonato Baiano na lanterna e acabou rebaixado para a Segundona. Em 2003, o time azul e amarelo ainda tentou mais um acesso, mas alcançou apenas a 4ª colocação. Já em 2004, o Barreiras EC abandou o futebol profissional e desde então se encontrava inativo.   

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

ENCONTRE-NOS NO FACEBOOK

SIGA-NOS NO TWITTER

ENQUETE