Croácia e Inglaterra decidem quem vai pegar a França

Por Edmilson Ferreira, 10 de Jul 2018 - 16h55

Croácia e Inglaterra entram em campo nesta quarta-feira (11), em Moscou, buscando uma classificação histórica para a final da Copa do Mundo da Rússia, onde o vencedor irá enfrentar a França, que nesta terça-feira (10), em São Petersburgo, venceu a Bélgica, por 1 a 0, gol de Umtiti, aos 5 minutos do segundo tempo. A semifinal no Estádio Luzhniki promete ser emocionante. Campeões em 1966, os ingleses não chegavam a esta fase da competição desde 1990, quando foram eliminados pela Alemanha Ocidental. Os croatas nunca conquistaram o título e na sua primeira Copa, em 1998, foram às semifinais e terminaram eliminados pela França, que viria a ser campeã.

Na história do confronto entre Croácia e Inglaterra, a vantagem é dos ingleses, que conquistaram quatro vitórias, contra duas dos croatas e ainda foi registrado um empate.A seleção da Rainha tem grandes nomes do passado, como Gordon Banks, Bobby Moore e Bobby Charlton, da vencedora seleção de 66. O maior ídolo da seleção da camisa quadriculada é Davor Suker, destaque na Copa da França.

A trajetória da Croácia na Rússia tem sido irretocável. Na fase de grupos, a equipe comandada por Zlatko Dalic venceu todos os seus jogos e terminou como líder no Grupo D, à frente da favorita Argentina, a quem bateu por 3 a 0. Nas oitavas de final, o adversário croata foi a Dinamarca: empate por 1 a 1 e vitória nos pênaltis por 3 a 2. Nas quartas, outra decisão por pênaltis. Após empate por 2 a 2 com a dona da casa, triunfo por 4 a 3 nas penalidades.

Ingleses treinaram confiantes para encarar a Croácia


Já a Inglaterra amargou o segundo lugar na primeira fase, no Grupo G. Após vencer a Tunísia, por 2 a 1, e massacrar o Panamá, por 6 a 1 – a maior goleada da Copa da Rússia, até agora -, o time do técnico Gareth Sothgate perdeu para a Bélgica, por 1 a 0. Nas oitavas, empatou com a Colômbia no tempo normal e prorrogação, por 1 a 1, e venceu nos pênaltis, por 4 a 3. E nas quartas mostrou força ao bater a Suécia, por 2 a 0.

Na Croácia, a classificação para a Copa da Rússia foi obtida apenas na repescagem, ao vencer a Grécia. Zlatko Dalic assumiu o comando do timo no final de 2017, quando os croatas viviam o drama de poderem ser eliminados precocemente, algo evitado com uma vitória fora de casa sobre a Ucrânia. “Para nós, é incrível estar nas semifinais. Estamos contentes e orgulhosos, mas não queremos parar por aqui”, disse o meia Rakitic.

Além de um excelente goleiro, Subasic, e o maestro Modric, a Croácia conta com um homem-gol e um dos principais centroavantes da Europa. Mario Mandzukic, de 32 anos, atua na Juventus, da Itália, e se permanecer na equipe italiana terá como companheiro de ataque o português Cristiano Ronaldo, que nesta segunda-feira (10) anunciou sua saída oficial do Real Madrid e o acerto com a Juve.

O ambicioso English Team tem Harry Kane como diferencial no ataque, um goleiro confiável – Jordan Pickford -, algo incomum nos últimos tempos, um novo líder defensivo, John Stones, e outros talentos como Sterling e Dele Alli. Kane, de 24 anos, anotou seis gols e é o artilheiro da Copa da Rússia. O atleta do Tottenham corre atrás de uma marca histórica: nas últimas 10 edições de Copa, apenas o brasileiro Ronaldo, com oito gols em 2002, balançou a rede mais de seis vezes.
  
 
FICHA TÉCNICA
CROÁCIA X INGLATERRA
Local: Estádio Lujniki, em Moscou.
Data e horário: 11/7, às 15h (de Brasília).
Croácia: Subasic, Vrsaljko, Lovren, Vida e Strini; Rakitic, Modric, Rebic e Perisic; Kramaric e Manduzkic. Técnico: Zlatko Dalic.
Inglaterra: Pickford, Walker, Stones, Maguire e Trippier; Henderson, Delei Alli, Lingard e Young; Sterling e Harry Kane. Técnico: Gareth Southgate.
Árbitro: Cuneyt Cakir (Turquia).
Assistentes: Bahattin Duran e Tarik Ongun (ambos do Uruguai).

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

ENCONTRE-NOS NO FACEBOOK

SIGA-NOS NO TWITTER

ENQUETE