Instrutores da CEAF-BA aprimoram conhecimentos em curso da FIFA

Por Comunicação FBF, 14 de Set 2018 - 11h40

Durante quatro dias, dois instrutores da Comissão Estadual de Árbitros de Futebol da Bahia (CEAF-BA) aprimoraram seus conhecimentos para darem sequência ao trabalho de qualificação da arbitragem baiana. Belmiro da Silva e Ademilton Piedade Carigé participaram, de 1 a 5 de setembro, do IX Curso RAP-FIFA para instrutores técnicos de árbitros e do VI Curso RAP-FIFA para instrutores físicos.
 
O evento, realizado na cidade de Águas de Lindóia, em São Paulo, buscou aprimorar as qualificações dos instrutores e dar vazão ao plano de desenvolvimento do quadro nacional de árbitros. A turma, composta por 60 profissionais de diversas Federações do país, foi submetida a diversas atividades físicas e teóricas, coordenadas pela CBF e a entidade máxima do futebol no mundo, por meio dos instrutores Henrique Osses, do Chile, e os brasileiros Sérgio Corrêa e Manoel Serapião Filho.

De volta a Salvador, Belmiro da Silva conversou com o portal da Federação Bahiana de Futebol e contou detalhes sobre o curso. De acordo com o instrutor técnico, durante os quatro dias foram promovidos grupos de estudos, avaliações práticas e teóricas, apresentações de trabalhos práticos individuais e coletivos, com ênfase na contextualização da regra do jogo.
 
O objetivo é preparar ainda mais os árbitros para desempenharem suas funções com competência e qualidade. "Os árbitros precisam saber contextualizar a técnica aplicada em campo. Hoje, se o árbitro marca uma falta, um pênalti, ele precisa dizer porque foi marcado, a regra que foi aplicada. Não basta só marcar, é preciso contextualizar. Os árbitros têm que estar preparados fisicamente, tecnicamente, psicologicamente e saberem contextualizar o que foi aplicado", disse.

 

Para isso, as Federações terão que realizar trabalhos integrados físicos e técnicos com seus árbitros, o que não é uma novidade para a FBF. Esse tipo de treinamento já vem sendo realizado na Bahia desde 2012. Neste ano, foram retomados com dois encontros mensais da CEAF com os árbitros do quadro nacional, sempre aos sábados, no estádio de Pituaçu.

Segundo Belmiro, a FBF recebeu elogios por já desenvolver o trabalho com seu quadro de arbitragem. "Nós já realizamos o mesmo treinamento mensalmente, desde 2012. Não deixamos a desejar e fomos elogiados por essa iniciativa da nossa Federação".

 

"Agora, vamos preparar ainda mais os árbitros da Bahia com o que foi passado pra gente no curso. Já começaremos a transmitir o conteúdo aprendido no próximo treinamento físico e técnico com o quadro", completou o membro e instrutor técnico da CEAF-BA.

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

ENCONTRE-NOS NO FACEBOOK

SIGA-NOS NO TWITTER

ENQUETE