FBF faz homenagem aos profissionais de arbitragem

Por Comunicação FBF , 11 de Set 2018 - 10h20

Apesar de ser o responsável por fazer cumprir as regras, regulamentos e a ética em uma partida de futebol, o árbitro enfrenta muitas dificuldades no exercício da profissão. Enquanto os jogadores e técnicos são idolatrados, constantemente os profissionais do apito são vistos por torcedores como inimigos dos seus times e obrigados a conviver com insultos.

Porém, devido à sua grande importância dentro das quatro linhas, o árbitro está cada vez mais em evidência no país. Não há competição oficial que dispense uma equipe de arbitragem.

Mas, não é nada fácil exercer o comando do apito. Durante os 90 minutos, os juízes, como também são conhecidos, são submetidos a intervir sempre que uma regra é violada ou algo incomum ocorra. Por isso, precisam estar preparados, física e tecnicamente, para desempenhar a função com qualidade necessária.

É neste momento que surgem das arquibancadas, ou até mesmo dos bancos de reservas, as críticas, muitas vezes sem fundamentos, que acabam se tornando ofensas, além de serem indicados como vilões de vitórias ou derrotas das equipes aos olhos de torcedores, jogadores e dirigentes. Para piorar a situação, a profissão ainda não é regulamentada no Brasil, o que obriga o árbitro ter outra ocupação como principal fonte de seu sustento.


Homenagem da AEBA aos profissionais de arbitragem (Foto: Gazeta Press)

Apesar de muitas vezes se mostrar uma profissão ingrata, inúmeros candidatos a donos do apito querem ingressar nesse universo que exige aptidões físicas e psicológicas e principalmente empenho.

E esta terça-feira (11), é um dia especial para todos os profissionais de arbitragem do Brasil. É que a Lei Nº 14.485, de 19 de julho de 2007 regulamenta o 11 de setembro como o “Dia do Árbitro Esportivo”.
 
Em comemoração ao que ficou conhecido como "Dia Nacional dos Árbitros Esportivos", a Federação Bahiana de Futebol (FBF) e a Comissão Estadual de Árbitros de Futebol da Bahia (Ceaf-BA) parabenizam todo o seu quadro de arbitragem, que contribui diretamente para o sucesso do futebol baiano. A entidade continuará dando total apoio aos árbitros do estado e investindo nas suas qualificações, afinal, a arbitragem merece ser tratada como prioridade quando o assunto é o futebol. 

Ainda aproveitando a data, a diretoria da FBF faz uma homenagem especial aos árbitros 
Jackson da Cruz Conrado Santos, de Catu; Edmundo Valério dos Santos Meireles, de Biritinga; e Elenilton Garcêz Lima, de Retirolândia (Com eles também estava o repórter Nilton Feliz). O trio sofreu um acidente automobilístico ao retornar da cidade de Uauá, onde atuou no duelo entre Canudos e Euclides da Cunha, pela 5ª rodada do Intermunicipal 2018, no último domingo (9). A entidade prestou total apoio aos profissionais, que já receberam alta hospitalar. A FBF permanecerá ao lado de Jackson, Edmundo e Elenilton e irá colaborar com o que for preciso para a recuperação dos árbitros.

Confira as fotos dos homenageados:


Elenilton Garcez


Jackson Conrado


Edmundo Valério



 


NOTÍCIAS MAIS LIDAS

ENCONTRE-NOS NO FACEBOOK

SIGA-NOS NO TWITTER

ENQUETE